Pular para o conteúdo principal

Postagens

Fui bem ali, conversar no Oiapoque

Estar na fronteira de um país com as dimensões do Brasil nos dá a possibilidade de entender o exato poder que a educação tem para transformar nossas diversas realidades. Depois de uma longa viagem por estradas não muito convidativas, a Roda de Conversa com a Reitora do Ifap chegou a Oiapoque para, como o nome do projeto já deixa claro, conversar com meus colegas docentes e técnicos administrativos e com nossos promissores estudantes do Campus Avançado localizado naquele município.


E quanta admiração tenho por essa equipe do Oiapoque. São servidores que fazem muito mais do que cumprir seu expediente, são servidores que colocam sempre aquele empenho adicional presente nas grandes realizações humanas. Por assim serem, óbvio que tinham também diversas demandas para nós da reitoria tomarmos ciência e encaminhar, da forma mais célere possível, as soluções.

De sua parte, nossos estudantes também demonstraram que estão atentos e comprometidos com a melhoria da infraestrutura do campus Avança…
Postagens recentes

Estamos de volta: trabalhando em prol do Ifap

Estava com imensa saudade de escrever aqui neste espaço. A partir de agora, retomarei a rotina de atualização do blog. Por isso, não deixe me visitar por aqui. Nesse primeiro texto de 2018, compartilho com vocês minha ida a Brasília para participar da primeira reunião do ano do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e a 81ª de sua história, que está acontecendo, nos dias 20, 21 e 22/02. Isso mesmo, estou de volta à minha intensa rotina. Mais um compromisso em prol do Instituto Federal do Amapá (Ifap).


A reunião acontece, em diferentes momentos, na sede o Instituto Federal Brasília (IFB) e na sede do Conif. A cidade que respira política, vive dias de muitas articulações que decidirão muito do que nosso país irá experimentar nos próximos meses desse ano de eleições. De minha parte, trouxe comigo a vontade de fazer mais e fazer melhor para que o Ifap e os demais IFs se fortaleçam e possam continuar desempenhando o pa…

Ventos do extremo norte trazem desejo de autonomia

O que tenho aprendido todos os dias, desde que assumi a reitoria do Ifap? Que a opção pelo bem comum é sempre nossa. E assim tem sido minha trajetória. A cada Roda de Conversa com a Reitora sinto o quanto é importante o "olhar pra o outro", o "querer o melhor e lutar pelo melhor pra o outro" porque assim agindo colhemos construímos o melhor pra nós mesmos. Grata por "sentar, olhar e conversar com vocês" e, nas histórias ouvidas e ditas (com a mais líquida franqueza) uma certeza: "o Ifap faz muito bem a vocês, na medida em que vocês fazem um bem enorme ao Ifap". Que a Educação Pública e Gratuita de Qualidade seja o melhor motivo para o desenvolvimento deste município de Oiapoque. O campus Oiapoque quer crescer, ser autônomo. Isso é bom pra todos, então que o poder público local nos estenda a mão e lute conosco pra tornar isso realidade.

Pelo Ifap e pelas mulheres

Umas das dimensões do trabalho de reitora é a articulação política. Gerir uma instituição de ensino do porte do Ifap em tempos nos quais a palavra "crise" estampa cada manchete de jornal, não é um desafio que não pode prescindir de articulação política. Nossa instituição precisa se manter e se expandir. E foi com isso em mente que, com o apoio da Secretária Nacional de Políticas para as Mulheres (SNPM), Fátima Pelaes, conseguimos marcar uma reunião com o Ministro da Educação, Mendonça Filho. Em nosso encontro, buscamos sensibilizar o ministro para a necessidade que nossa instituição tem de transformar nosso campus Avançado de Oiapoque e nosso Centro de referência em EaD de Pedra Branca do Amapari em campi autônomos. Outro ponto importante da conversa foi o projeto Mulher Empreendedora da SNPM que, como membro do Comitê Nacional do Mulheres Mil, eu não poderia deixar de defender junto ao Ministro.

Gratidão é a palavra

"Eu ando pelo mundo, transito entre dois lados, de um lado, eu gosto de opostos, me mostro, minha alegria, meu cansaço."
E foi andando pelo mundo, hoje, na "Roda de Conversa com a Reitora" que dividindo vivências, compartilhando sonhos - pra torná-los realidades - deixei um pouco de mim e levei um pouco de cada um de vocês.
Gratidão, alunos, servidores do Centro de EaD Pedra Branca do Amapari, Ifap pela emocionante homenagem. Gratidão pela conversa franca, gostosa que esclareceu muitas dúvidas e trouxe alguns alentos por sabermos o quanto já caminhamos e o quanto evoluímos, em meio a tantas dificuldades vivenciadas.
Vamos ter uma infraestutura otimizada a partir de 2018. Vamos planejar o que queremos para esta unidade do Ifap no nosso Plano de Desenvolvimento Institucional - PDI, pra o período de 2019 a 2023. Vamos seguir na luta pra transformar o Centro em um campus Autônomo, exercendo, assim a nossa capilaridade.
Volto pra Macapá, com a certeza de que "não …

Sim, juntos somos mais fortes

E hoje foi lindo e emocionante! O que ouvi, o que vivi, a partir das experiências contadas, das perguntas feitas, das dúvidas superadas e, principalmente, da lições de vida das histórias narradas por alunos e servidores na Roda de Conversa com a Reitora, no campus Laranjal do Jari, Ifap, me faz reverberar a paz e a tranquilidade que trago em meu coração e que guiam meus passos. Problemas existem? Sim, decerto! Mas quando todos se unem pra buscar alternativas, dentro de suas competências, e especialmente, mostrando que podemos nos superar, as soluções (coletivas) provam que juntos somos mais fortes.

Sejam bem-vindos, professores moçambicanos

Ouvir histórias de vida nos fazem "voltar o olhar para nossa realidade" e ter a certeza certa de que ser feliz é compartilhar com o outro alegrias, tristezas, conhecimentos e muita sabedoria. Foi isso o que senti ao ouvir as intensas histórias de vida dos professores moçambicanos...Simples, reais, intimistas e verdadeiramente uma lição de que a felicidade reside (muito) na medida em que nos doemos menos e nos doamos mais.